Davinci Resolve 15 – Novo software de edição de vídeo e finalização da Blackmagic – Brainstorm Tutoriais – Edição de Vídeo com Sony Vegas, Adobe Premiere e muito mais
Veja o que eu achei do novo software de edição da Blackmagic.

A Blackmagic apresentou na NAB 2018 a nova versão do software que já é muito conhecido pelas suas ferramentas de color grading e color correction. Vindo pra bater de frente com softwares como Adobe Premiere – e agora até o After Effects – o novo DaVinci Resolve 15 mescla funções de edição, colorimetria e VFX.

Davinci Resolve 15 tá lindão!

Fusion

Imagina só se o Premiere e o After Effects tivessem um filho: essa é a promessa do novo Resolve. Ao incorporar funções do Fusion, software de VFX e Compositing da Blackmagic, o Resolve 15 traz muito mais praticidade para quem precisa criar efeitos visuais diretamente nos seus vídeos durante a edição.

Algumas funções que o Resolve 15 incorporou do Fusion:

NOTA: Nem todas elas estão disponíveis na versão free do Resolve.

Vector Paint — isso promete ser como o content-aware do Photoshop – mas pra vídeo! Serve para remover objetos através de uma ferramenta pincel.

Rotoscoping — ferramenta de curvas bezier (a famosa “caneta”) para fazer máscaras e isolar objetos em cena

3D Particle Systems — sistemas de emissão de partículas com simulação de gravidade e controle total de movimento

Ferramentas de Keying — ferramentas que prometem facilitar o trabalho de chroma key e entregar um resultado muito superior

Composição em 3D — a ideia é que o software tenha funções de composição 3D que vão permitir mesclar objetos 3D e vídeos live-action

Tracking e Estabilização — Trackers planares (2D) e 3D para trackear e estabilizar as cenas. Importantíssimo pra VFX.

edição-de-vídeo-davinci-resolve
VFX num software de edição ou edição no software de VFX? Já vi isso antes… cof cof HitFilm Pro cof cof

Fairlight

O Resolve também tem muitas novas funções de edição de áudio, o chamado Fairlight. A promessa é de que você poderá fazer edição de áudio avançada com plugins e ferramentas de áudio como reverb, de-esser, chorus e outras ferramentas de tratamento vocal.

Interface do Fairlight dentro do Resolve 15

Minha opinião sobre o Resolve 15

O novo Resolve 15 me lembrou muito o HitFilm Pro, que também tem funções de edição e VFX no mesmo software. A diferença é que o Resolve vai ainda mais longe pela sua já característica função de colorimetria.

O DaVinci Resolve 15 pode ser uma ótima opção pra quem edita e também faz VFX – as famosas produtoras de uma pessoa só, como eu fui por muito tempo.

Esse tipo de solução é inovadora e traz muitos benefícios, como por exemplo o ganho de tempo. Fazer VFX na mesma aplicação que edita é um ganho em recursos na sua máquina – você não precisa de duas aplicações abertas – e um ganho em velocidade – você não precisa ficar trocando de software pra cada uma das etapas.

Ah Mateus, então você recomenda trocar o combo Premiere + After Effects pelo Resolve 15?

Aqui é importante lembrar que o software ainda está em public beta (em 18/04) – ou seja, é uma versão de testes que provavelmente ainda tem alguns bugs e falhas que podem estressar um pouquinho quem resolver ter a experiência a partir de já. Eu sugiro aguardar mais um tempo, até ele receber uma ou outra atualização, para então tomar uma posição definitiva sobre isso.

De qualquer forma, é tudo uma questão de adaptação. Acredito que vale muito a pena testar e verificar sua adaptação ao funcionamento do software, até mesmo porque ele tem uma versão gratuita.

Se você está pensando em começar a usar o Resolve apenas por causa das funções do Fusion, vale lembrar que o Fusion é um software baseado em nodes, ou seja, tem um funcionamento diferente das camadas + timeline do After Effects. Logo… mais tempo de adaptação.

Um outro problema é a falta de conteúdo disponível para estudo, o que pode atrapalhar ainda mais sua adaptação. E também há a questão do hardware: não indicaria o software pra quem tem uma placa de vídeo com menos de 2GB de memória, por exemplo.

Mas… o principal aqui: nada impede você de usar os três!

Eu, por exemplo, mantenho o uso do Resolve para o color grading dos meus vídeos, enquanto continuo editando no Adobe Premiere e fazendo o trabalho de VFX no After Effects. Não tenho enfrentado problemas, já que é muito simples levar os projetos do Premiere ao Resolve 😉

Onde baixar o Resolve 15

Site oficial da Blackmagic: https://www.blackmagicdesign.com/products/davinciresolve/

Existe a versão gratuita e a versão Studio, com mais funções, que custa US$ 299 em pagamento único.

Mateus Ferreira

Mateus Ferreira tem 20 anos, é de Londrina-PR e atualmente cursa Comunicação Social - Publicidade e Propaganda. Sempre foi apaixonado por internet, edição de vídeos e programação, criou o Brainstorm Tutoriais em Janeiro/2011 com o intuito de compartilhar seu conhecimento.

Ver todas as postagens

Siga nossas Redes Sociais